Bancada do Partido Verde

Nota de Pesar

A bancada do Partido Verde na Câmara dos Deputados vem, com profunda tristeza, lamentar a perda de um grande companheiro de luta, ALFREDO HÉLIO SIRKIS, um dos fundadores do Partido Verde, que faleceu hoje em um acidente de trânsito no Estado do Rio de Janeiro. 


Foi jornalista, escritor e roteirista de TV e cinema brasileiro, gestor ambiental e urbanístico, Vereador e Deputado Federal. Era o Diretor Executivo do Think Tank Centro Brasil no Clima (CBC). Entre outubro de 2016 e maio de 2019, foi o Coordenador Executivo do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima (FBMC), tendo organizado a campanha Ratifica Já!, à qual propiciou a ratificação, pelo Brasil, em tempo recorde, do Acordo de Paris.


Foi autor de nove livros, do quais o mais conhecido é “Os Carbonários”. Ganhou o Prêmio Jabuti de 1981. Iniciou seu trabalho como jornalista em Paris, em 1973, no recém fundado jornal Liberation, dirigido por Jean Paul Sartre, sendo seu correspondente freelancer em Santiago e Buenos Aires (1974). 


Em Portugal, colaborou com os semanários Expresso e Gazeta da Semana e os diários República, Diário Popular, Diário de Lisboa. Foi ainda redator do Jornal Novo, editor internacional de Página Um e redator chefe da edição em português de Cadernos do Terceiro Mundo. Nessa época também colaborou com Le Monde Diplomatique. Nesse período utilizava o pseudônimo "Marcelo Dias".


No Brasil, trabalhou como repórter das revistas Veja e Istoé, além de ter colaborado com os semanários Pasquim, Playboy, Jornal de Domingo e Shalom. Elaborou diversos roteiros para séries televisivas e atuou como colaborador dos jornais O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Valor Econômico e Correio Braziliense.


Passou oito anos e meio no exílio na França, Chile, Argentina e Portugal, nos anos 70. Foi um dos fundadores do Partido Verde, em 1986, ao lado de escritores, jornalistas, ecologistas, artistas e também por ex-exilados políticos, tais como Fernando Gabeira, Lucélia Santos, John Neschling, Lúcia Veríssimo, Luiz Alberto Py, Carlos Minc, Herbert Daniel e Guido Gell.


É assim que ele será sempre lembrado, pela extensão da sua obra e pela profunda entrega a tudo a que se dedicou, com especial atenção o seu incansável trabalho na defesa da causa socioambiental.


A bancada do Partido Verde expressa os seus mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos.

Brasília(DF), 10 de julho de 2020.
 

Política de Privacidade

Contato

Av. Nove de Julho, 3786 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01406-000, Brasil

AVATAR PV NEGATIVO.png

PV Nacional: www.pv.org.br