PV de São Paulo manifesta repúdio as prisões de ativistas do Greenpeace

 

O Greenpeace realizou protesto em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, contra a política ambiental do governo Jair Bolsonaro . Os manifestantes colocaram tinta preta no asfalto para simbolizar o óleo derramado nas praias do Nordeste.

Infelizmente 17 ativistas foram detidos pela Polícia Militar do Distrito Federal e levados à delegacia. 


O Partido Verde de São Paulo manifesta profundo repúdio contra a prisão dos ativistas ambientais, é inadmissível em pleno século 21 o cerceamento da liberdade de expressão.

Uma democracia se constrói respirando o direito de todos de apoiarem ou protestarem, nesse momento que a democracia liberal  passa questionamentos, não podemos aceitar com naturalidade que ambientalistas que sempre contribuíram para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, sejam presos com base na Lei 9.0605/98,  dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, reforçamos nossa convicção que as forças policiais deveriam ser usadas para prender madeiros ilegais, garimpeiros clandestinos e  fazendeiros que atearam fogo na floresta amazônica, e não aqueles que lutam pra impedir a degradação do meio ambiente.

Política de Privacidade

Contato

Av. Nove de Julho, 3786 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01406-000, Brasil

AVATAR PV NEGATIVO.png

PV Nacional: www.pv.org.br