Onda Verde na França

Eleições locais na França: onda verde com ambientalistas conquistando cidades importantes.


Uma onda verde varreu a França no domingo, quando o partido ambientalista e seus aliados conquistaram o controle de uma série de grandes cidades como Lyon, Estrasburgo e Bordéus.


O partido centrista do presidente Emmanuel Macron, a República da Marca (LREM), no entanto, não conseguiu capturar nenhuma das principais cidades, o que provocou conversas sobre uma remodelação governamental.


Em Paris, a prefeita socialista Anne Hidalgo - endossada pelos verdes - foi reeleita com 48,7% dos votos.


O partido Europe Ecology-The Greens (EELV) brindou seu triunfo sem precedentes.


É um resultados histórico, descreveu líder do PV Francês: "Hoje, a ecologia está dando um grande passo. Um passo gigantesco", afirmou o secretário do partido, Julien Dayou, em comunicado, acrescentando que "é o mandato de agir em prol da justiça climática e social".


"Os franceses estão prontos para a mudança. Ótimo, nós também", continuou ele.


Em Marselha, a segunda cidade da França, a lista liderada pelos Verdes conquistou o maior número de assentos no conselho local, mas a prefeitura ainda não está garantida, pois não possui maioria. Eles precisarão do apoio de formações menores. Uma votação será realizada no final da semana.


O partido também ganhou um punhado de cidades de segundo nível, como Grenoble, Poitiers, Annecy e Tours.


As alianças que eles formaram também os farão desempenhar papéis importantes em outros conselhos locais em todo o país, inclusive em Montpellier, mas também em Paris.


A capital foi facilmente garantida por mais um mandato de seis anos por Hidalgo, que também contou com o apoio dos Verdes franceses e apostou numa Paris ecológica como mote da campanha. 

 


Diretório do Partido Verde da Cidade de São Paulo

Política de Privacidade

Contato

Av. Nove de Julho, 3786 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01406-000, Brasil

AVATAR PV NEGATIVO.png

PV Nacional: www.pv.org.br