Vereador do PV de SP, Gilberto Natalini, denúncia tática adotada pelo PCC de desmatamentos na capital.

Segundo a reportagem o crime organizado atua como as milícias do RJ, cobram aluguéis e taxas de “proteção” e vendem terrenos de áreas de mananciais. A situação é preocupante. As famílias estão reféns de bandidos, sendo obrigadas a pagar aos criminosos. Pressionadas a pagar uma taxa de contribuição para o crime. Estamos virando um Rio de Janeiro.

O vereador Gilberto Natalini (PV), listou 90 endereços de loteamentos comercializados por pessoas ligadas ao crime organizado.

“Só na zona sul, área de mananciais, foram 46 [áreas] levantadas. Até agosto, segundo nossos cálculos, tinham sido derrubadas 500 mil árvores”, disse o vereador, que afirma ter sido ameaçado. “Nós calculamos também, se eles [criminosos] venderem todos os terrenos que estão loteando, terão uma arrecadação de cerca de R$ 1 bilhão”, disse.

Os terrenos, segundo o parlamentar, são vendidos por entre R$ 35 mil e R$ 120 mil. Confira a matéria da Folha: https://bit.ly/2TiWuEf

Política de Privacidade

Contato

Av. Nove de Julho, 3786 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01406-000, Brasil

AVATAR PV NEGATIVO.png

PV Nacional: www.pv.org.br